fevereiro 23, 2022

Por Profª. Pós-Drª. Rafaela de Almeida Schiavo CRP/0693353

https://www.instagram.com/tv/CPMIZvZN_K1/?utm_medium=copy_link

Para realizar parcerias há pontos importantes que merecem atenção. A maioria dos profissionais comete ERROS em parcerias, pois, ao procurar outro profissional foca apenas no seu próprio interesse ao invés de dispor de uma relação ganha-ganha. 

Propor uma PARCERIA significa que será algo BENÉFICO para ambos os lados, a proposta precisa soar boa também para o profissional que te recebe para a parceria, caso contrário, você terá dificuldades em obter sucesso.

É comum psicólogas tentarem realizar parcerias com médicos e outros profissionais. Mas muitas psicólogas chamam de parceria se apresentar para a pessoa que solicitará AJUDA e dizer: “eu sou fulana de tal, faço atendimentos x, posso deixar meu cartão aqui para você entregar?”

Isso não é parceria, nesse caso a psicóloga está pedindo uma ajuda e NÃO fechando parceria. Não foi oferecida nenhuma vantagem para a outra parte, o que a outra parte ganha nessa relação?

Para um profissional te INDICAR em uma parceria, ele precisa ver alguma VANTAGEM, entendendo que também sairá beneficiado. Por exemplo, ao adentrar uma LOJA DE ROUPAS DE BEBÊS para propor uma parceria, o psicólogo ao invés de simplesmente deixar o cartão com a vendedora para deixar à mostra das gestantes que compram naquela loja, ele pode PROPOR para a dona da loja um curso/palestra gratuita para gestantes, deixando a loja EM DESTAQUE e com diferencial entre as outras lojas. 

Uma proposta semelhante a esta mostra VANTAGEM COMERCIAL, MARKETING e VALOR. Através disso o psicólogo constrói a oportunidade para DIVULGAR o seu trabalho para gestantes. 

Com isso, ambos os lados cumprem seus objetivos, a loja com aumento de vendas e o psicólogo com novos clientes

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}