maio 16, 2022

Por Profª. Pós-Drª. Rafaela de Almeida Schiavo CRP/0693353

Ao cuidar da saúde mental de gestantes, consequentemente a psicologa também estará cuidando da saúde e saúde mental do bebê.

Existe uma alta prevalência de alterações emocionais maternas durante o período perinatal e consequentemente isso afeta o desenvolvimento do feto/bebê. Infelizmente mais de 30% dos bebês brasileiros antes de completar um ano apresentam atrasos no desenvolvimento e isso pode estar associado à saúde mental materna.

Se tivéssemos mais Psicólogas Perinatais no Brasil poderíamos diminuir a alta prevalência de problemas de saúde mental no período perinatal e consequentemente diminuir a prevalência de bebês com atraso no desenvolvimento.

Precisamos cuidar de pessoas no início da vida, cuidando da saúde mental de seus pais no período perinatal.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}