agosto 25, 2020

Por Patricia Camargo Ruschioni
Psicóloga Perinatal (Instituto MaterOnline) CRP 06/161397

A infância é a fase da criança que vai até a adolescência, onde se percebe o mundo à partir de agir e do sentir. Viver a

Infância é vivenciar momentos de ser criança, como: correr,

Pular, brincar, cantar e outras atividades que faça interagir e

Se socializar com o mundo e com outras crianças.

A aprendizagem na infância é a fase mais importante que temos, é onde formamos nosso caráter. Crianças tem que viver a fase de ser criança, sem ter a responsabilidade e percepção de um adulto. É necessário que um adulto a deixe a ter a vivência de uma criança, cuidando e zelando com todo o amor e carinho, para que não perca a naturalidade e passagem de cada estágio da infância e ser vivida com o seu limite.

Na infância, a socialização tem como determinante o meio

Em que essa criança está inserida: se vive em meio a violência- de qualquer tipo -, para esse indivíduo a socialização será

Completamente diferente de outra criança da mesma idade

que não seja exposta a atos violentos, por exemplo, (talvez por ser mais agressiva, ou até mesmo, mais retraída).

Se na escola a criança não aprendeu a ler e escrever

Adequada e corretamente, isso acarretará em consequências para a sua vida toda. O exemplo pode ser aplicado a outras

Situações: se for uma criança rejeitada poderá rejeitar todos à sua volta; ser e receber amor e carinho, ela pode retribuir da mesma forma; assim como se for alvo de violência,

Presenciar atos violentos, estiver em um ambiente hostil, suas ações futuras podem ser agressivas e violentas.

Dessa forma, a infância é deixar que a criança aja como tal,

vivencie e desenvolva cada estágio de maneira saudável,

Alcançando os objetivos necessários de cada fase de

Desenvolvimento, para então, quando adulto, tenha uma formação de caráter bem articulada.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}