abril 2, 2021

Gestantes são grupo de risco nesta pandemia por COVID-19, infelizmente os dados encontrados nos últimos meses não são nada favoráveis, principalmente para gestantes Brasileiras.

Hoje, já sabemos que o vírus pode ser transmitido de mãe para feto, sabemos também que o Brasil foi recordista mundial de Mortalidade Materna por Coronavírus. Soma-se a isso o fato do isolamento social, as violações dos direitos reprodutivos, a violência obstétrica, deixando mulheres no período de gestação, parto e pós-parto vulneráveis diante a esse cenário catastrófico que estamos vivendo.  Hoje, já são mais de 300 mil mortos por COVID-19, muitos destes eram familiares, como pais, pais, irmãos, filhos, maridos de mulheres no período perinatal. Tais acontecimentos alteram a saúde emocional destas mulheres.

Pesquisas recentes já identificaram que os sintomas de ansiedade, estresse e depressão de gestantes em período de pandemia estão mais elevados do que no período anterior à pandemia (LEBEL et al., 2020; SCHIAVO; BARBOSA, 2020). E nós profissionais da saúde precisamos estar atentos para cuidar da saúde emocional de gestantes, mulheres no parto e no pós-parto, para evitar prejuízos para a saúde materno-infantil.

Referencias.

LEBEL. C. et al. Elevated depression and anxiety symptoms among pregnant individuals during the COVID-19 pandemic. Journal of Affective Disorders., v.277, p. 5-13, 2020. https://doi.org/10.1016/j.jad.2020.07.126SCHIAVO, R.A.; BARBOSA, J.C. Alterações emocionais em gestantes em período de pandemia COVID-19. Agudos: MaterOnline, 2020. https://materonline.com.br/ebook/pandemia/

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}