julho 23, 2021

No período gestacional ocorrem muitas transformações, no âmbito BIOLÓGICO o organismo irá trabalhar de forma totalmente DIFERENTE para levar ao bebê TUDO o que ele precisa para crescer e se DESENVOLVER, assim como a revolução do organismo que vem acompanhada de hormônios que colaboram com a cultura em que a gestante está inserida para a manifestação de alguns SINTOMAS que são chamados de sintomas de gravidez, porém VARIA de cultura para cultura.

Também é possível notar mudanças psicológicas, não necessariamente precisam ocorrer neste âmbito, porém ser mãe de um filho é diferente de ser mãe de dois, é diferente para os pais que NUNCA foram pais antes, a presença da AMBIVALÊNCIA, as ALTERAÇÕES EMOCIONAIS significativas como, por exemplo, o ESTRESSE, a ANSIEDADE pela descoberta e os MEDOS e receios que permeiam essa fase.

A gestação traz mudanças sociais que podem ser POSITIVAS ou NEGATIVAS mudando os PAPÉIS, se antes era uma menina agora é uma mulher, se antes era filha agora também passa a ser mãe. Geralmente as gestantes recebem REFORÇO SOCIAL, como vagas exclusivas, prioridade em filas, as pessoas se preocupam em não deixá-la pegar peso ou fazer esforços, não deixar passar vontade de comer algo e costumam a envolver de paparicos.

Entretanto, por outro lado, a mulher fica invisível para a sociedade sendo a barriga em DESTAQUE vista como algo PÚBLICO para a sociedade, como situações em que pessoas desconhecidas passam a tocar o seu corpo para acariciar a barriga e elogiar, parece algo positivo, porém é uma mudança social que a mulher não está acostumada a vivenciar, além das pessoas que se aproximam para conversar, perguntar e até fazer comentários negativos. Outra situação evidente da invisibilidade é o recebimento de presentes para o bebê no dia do aniversário da gestante.

No campo profissional nem todas as organizações veem a gravidez com bons olhos, apesar de existir a lei que garante para a mulher a saída do trabalho para exames e consultas, o tempo de afastamento por licença maternidade, às vezes o ATRASO e ACÚMULO de serviços. A mulher pode se sentir DESLOCADA, precisar sair de um setor e ser realocada em outro para evitar riscos que de repente poderiam haver em sua função anterior.

As mudanças corporais que deixam em EVIDÊNCIA a barriga e o seio devido a produção de leite, pode ser visto como positivo ou negativo pela mulher, enquanto umas desejarão expor o corpo grávido, outras não se sentem bonitas e atraentes, desejam esconder-se. Terão mulheres FELIZES e PLENAS neste momento, enquanto outras se sentirão MAL e TRISTES desde o primeiro dia de gravidez até o último. 


Todas as mudanças biopsicossociais da gestação são de extrema importância e merecem atenção por parte dos PROFISSIONAIS DA SAÚDE, pois as mudanças fazem parte e podem levar tanto a sensações positivas como negativas. No caso de mudanças e olhar negativo em relação à gestação é importante se atentar, pois, aumentam as chances de estresse significativo e até mesmo a depressão. O psicólogo deve estar atento para INVESTIGAR, IDENTIFICAR e OFERECER acolhimento e orientação que permita com que a mulher passe por essa fase de transição de forma mais saudável.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}