junho 3, 2022

Por Profª. Pós-Drª. Rafaela de Almeida Schiavo CRP/0693353

O ATRASO no desenvolvimento está relacionado, entre outros fatores, ao CONTEXTO AMBIENTAL da criança.

Os fatores de PROTEÇÃO englobam características como a mãe não usar álcool e drogas, não apresentar problemas de saúde mental, ter boas condições socioeconômicas.

Os fatores de proteção NÃO são garantia de desenvolvimento saudável PLENO, pois pode haver no ambiente fatores negativos que coloquem a criança em risco apesar dos bons fatores advindos do ambiente materno.

Conforme a Organização Mundial da Saúde, o Brasil está entre os dez países com MAIORES números de nascimentos prematuros, com cerca de 279.300 ocorrências por ano.

Com isso, infelizmente 41% dos bebês aos seis meses de vida estão apresentando atrasos em pelo menos um comportamento que os bebês naquela idade deveriam ter, logo, mesmo a criança nascendo a termo não está livre de atrasos.

Portanto, como psicólogos PRECISAMOS IDENTIFICAR no ambiente quais são os fatores de proteção e de risco para realizamos a intervenção correta e orientar aos pais/responsáveis para permitir que a criança possa ter um desenvolvimento mais adequado. 

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}